Notícias Acadêmicas

Professor da FEAD tem artigo sobre os impactos do terrorismo no turismo em Paris e New York

Professor da FEAD tem artigo sobre os impactos do terrorismo no turismo em Paris e New York

Professor da FEAD tem artigo sobre os impactos do terrorismo no turismo em Paris e New York

"Os impactos do terrorismo para o turismo em duas cidades: Paris e New York."

Esse foi o tema de um artigo escrito pelo professor do curso de Turismo da FEAD, Marcel de Almeida Freitas e pelo bacharel em Turismo, Jéfferson Ricardo Gomes Oliveira, que foi publicado na Revista de Turismo Contemporâneo (RTC).

O artigo apresenta reflexões sobre o terrorismo e seus impactos no turismo mundial; identifica algumas razões pelas quais pontos turísticos tornaram-se alvos dessas ações; destaca duas regiões que recentemente sofreram com os atentados e como tais regiões estão contornando essa crise, tomando como estudos de caso o atentado às Torres Gêmeas em Nova Iorque, em 2001,e o ocorrido na capital francesa, em novembro de 2015.

Para acessar o artigo na íntegra basta clicar no link: https://periodicos.ufrn.br/turismocontemporan…/…/12842/10932

Conclui-se que há carência de estudos sobre o tema que enfoquem questões culturais, que ultrapassem a questão da política internacional e militar das nações

Para os especialistas, o aumento no número de atentados terroristas no mundo tem abalado o setor do turismo. Ataques em destinos tradicionais como Egito, Tunísia, Marrocos ou Paris deixam os turistas apreensivos.

Uma pesquisa do World Travel & Tourism Council (WTTC) apontou queda no número de turistas em destinos atingidos por ataques terroristas em 2016. A Turquia registrou queda de 22%, enquanto a França teve decréscimo de 7% e a Bélgica de 4%.

Já destinos considerados seguros pelos viajantes, como Portugal, Espanha e Leste Europeu, tiveram mais procura.

A pesquisa previa ainda aumento de 6% no turismo no Reino Unido em 2017 e, após o ataque, o CEO da WTTC.

O terrorismo será, sem a menor sombra de dúvidas, um divisor de águas na hora de escolher um destino. A grande maioria das pessoas, que está querendo viajar, certamente não irá para um destino que está em guerra ou ainda, que passa por alguma instabilidade política. Mesmo em casos de reservas feitas, tudo acertado, basta acontecer algum evento terrorista, algum ataque ou qualquer manifestação, as pessoas já cancelam, trocam as datas e até mesmo mudam o destino, optando por um local mais seguro.

#artigo #publicação #terrorismo #travel #viagens

  • Postagem: 01/02/2019 - 03:07 pm.
  • Publicado em: 01/02/2019.